Resolving the issue with synchronization in old version

CONHEÇA A HISTÓRIA DO NOSSO PUPILO PEDRO FERNANDES

O engenheiro civil Pedro Fernandes, de 27 anos, mora em Parnamirim-RN e desde o início da pandemia do coronavírus vem tentando manter a rotina de exercícios.


No início, os treinos de corrida perderam um pouco de volume e intensidade, mas o engenheiro, atleta da Go Runners, manteve-se em atividade. O engenheiro não perdeu a motivação, tampouco o foco: correr bem algumas meias maratonas em 2021. Confira!




A corrida é um esporte para todos. Podemos praticá-la em qualquer lugar, sob diversas condições, sozinhos ou acompanhados…basta colocar um tênis e sair por aí. Claro, que a melhor opção sempre será com orientação e de um treinador especializado.



C:\Users\Alef\Google Drive\Alef Sandeson - Social Media\Clientes\Go Runners\Material Blog\Pedro02.jpg


“Desde minha adolescência gosto muito de praticar atividades esportivas, mas a corrida especificamente entrou na minha vida em abril de 2014, sem mentoria ou tanto preparo. Decidi fazer minha primeira corrida de 5k incentivado por algumas primas que já participavam de corridas de rua. Apesar do enorme desafio que foi para mim, aquela corrida me despertou uma paixão pelo esporte. Desde então comecei a praticar de forma amadora e despretensiosa, sem tanta frequência nos treinos.

Conheci a GO ao participar de alguns eventos, mas apenas em setembro de 2019 me interessei de fato em conhecer melhor a consultoria. Até que em dezembro de 2019, após alguns exames de rotina anuais, recebi o diagnóstico de diabetes. Para mim foi um grande choque, pois apesar de não ser a pessoa mais saudável do mundo, costumava ter bons hábitos de alimentação e prática de esportes. A ficha havia caído, foi então que tomei a decisão de mudar meus hábitos definitivamente.

Passei a ter uma dieta rígida, aumentei o meu ritmo de treinos e a GO RUNNERS foi fundamental para a minha evolução. De fato, passei a ter novos bons hábitos, como por exemplo, acordar às 4h da manhã para ir treinar com a equipe. E isso foi uma mudança radical para mim. A GO, junto com o auxílio de professores como Tia Mari, Fabiano, Rodrigo, Will, me deu todo apoio possível nessa fase. Eles me ajudaram a deixar de ter a corrida apenas como um hobby, a fazer dela um estilo de vida, que REALMENTE me salvou.

Após aproximadamente seis meses da descoberta da doença, com todos os cuidados médicos, nutrição e atividade física, perdi 10 quilos e consegui controlar a diabetes. Contudo, acredito que foi apenas um “ponta pé” para passar a ter uma vida melhor e mais saudável. Hoje eu consigo ter resultados que nunca havia pensado em alcançar.

Além da GO, agradeço a Deus e todo apoio de amigos, familiares e também da minha namorada, que em todo tempo resolveram vestir a camisa nessa luta de melhora da minha saúde e construção de novos hábitos. Por vezes não foi fácil manter a rotina de alimentação, treinos e etc, mas com a forcinha que cada um me deu, vi que era possível alcançar GRANDES mudanças.

Com o auxílio da GO, passei a entender melhor a técnica da corrida. Desde então venho tentando aprimorar. Meu tempo/pace melhorou muito, e passei de 31min nos 5k, para aproximadamente 23min50seg na categoria. Tempo que nunca havia alcançado antes.

Além da técnica a GO mantém a minha motivação lá em cima. Os meus resultados não eram tão palpáveis, treinava aleatoriamente, e dessa forma aumentava os riscos em me lesionar. Ela tem me ajudado a focar naquilo que realmente gosto e que faz parte da minha vida.


C:\Users\Alef\Google Drive\Alef Sandeson - Social Media\Clientes\Go Runners\Material Blog\Pedro03.jpg


A pandemia adiou por algum tempo a expectativa das provas em 2020. Mas minha meta é concluir uma prova de 21k em um bom tempo (sub 2h), para me superar na categoria. Já participei dos 21k na Meia do Sol em 2017, mas por falta de treino e entendimento, não fui tão bem. Minha intenção é poder participar das provas de 21k em diversos lugares.

Hoje em dia, a prática da corrida tem uma programação especial durante a semana, e consigo separar um tempo mesmo com trabalho e família. Até porque a Diabetes trouxe um entendimento primordial, e me fez entender que eu precisava investir em minha saúde e qualidade de vida. Percebo que a corrida tem sido além de uma válvula de escape, uma injeção de disposição extra para tudo em minha vida.

No início da pandemia, por ser do grupo de risco, tive bastante receio de treinar nas ruas. Passei a treinar dentro de casa e aos poucos passei a correr na rua em distâncias menores e isoladas das pessoas. No meu caso, correr longas distâncias não foi tão possível, mas consegui manter os treinos.



CNPJ 11.695.857/0001-90

© Copyright 2020 - Go Runners