Resolving the issue with synchronization in old version

GUIA COMPLETO E PRÁTICO PARA ESCOLHER O TÊNIS DE CORRIDA PERFEITO PARA VOCÊ

Um passo a passo completo, de tudo que você precisa saber na hora de escolher seu tênis de corrida.



A corrida é um esporte para todos. Podemos praticá-la em qualquer lugar, sob diversas condições, sozinhos ou acompanhados…basta colocar um tênis e sair por aí. Claro, que a melhor opção sempre será com orientação e de um treinador especializado.

Espera, mas que tênis?

Existe o tênis ideal para correr?

Qual é o tênis perfeito para mim?







Ouço diariamente muitas dúvidas como estas. Principalmente de corredores iniciantes, recém chegados na modalidade. É uma dúvida comum e natural, diante de um mercado tão cheio de marcas, modelos, cores, preços.



Nesse artigo, de forma objetiva, eu vou te falar:


  • - O tênis e sua verdadeira função

  • - As categorias de tênis

  • - O que você precisa saber antes de ir a uma loja de tênis

  • - Cheguei na loja de tênis, e agora?

  • - Preciso ter mais de um tênis?

  • - Tudo que você precisa saber sobre: tênis minimalista

  • - Qual a hora certa para trocar seu tênis de corrida?

  • - Como escolher a meia certa?




MINHA HISTÓRIA…


O ano era 2013 e lá estava eu, correndo meu primeiro quilômetro. Tudo em minha vida mudou para melhor depois desse significativo quilômetro.

No início, junto com toda euforia vieram várias dúvidas, mas uma bem marcante foi: “Eu preciso de um tênis para correr, mas qual?”. Eu tinha um tênis, até legal no meu ponto de vista, eu o usava para ir à academia. Mas eu via que corredores tinham tênis diferentes e coloridos, se eu era corredora, eu também deveria ter um.

Comprei meu primeiro tênis de corrida, lembro com carinho dele, era roxo com detalhes verde limão e não custou caro. Agora sim fazia parte daquele grupo de pessoas com tênis coloridos.

Começou então minha paixão pelos tênis. Logo, totalmente influenciada pelos meus novos amigos corredores, entendi que precisava de MAIS amortecimento, MAIS tecnologia, lá estava eu, comprando outro tênis e dessa vez bem MAIS caro, porque o vendedor da loja me convenceu que eu precisava muito daquele tênis e claro que acreditei. Um tempo depois, fiz minha primeira meia maratona, no Rio de Janeiro, com ele.

Nessa mesma meia maratona, na feira de entrega dos kits, fiquei extasiada, eram tantos tênis lindos e em promoção. Tinha que voltar com mais um tênis para casa. Comprei! Ele era lindo e tinha até brilhinhos. Era um tênis minimalista (vou falar disso no artigo) completamente diferente dos meus outros tênis (mas eu não sabia nada disso).

Cheguei do Rio e no primeiro treino pós meia maratona claro que usei meu tênis novo. Resultado? No outro dia pós treino não conseguia colocar o pé no chão de tanta dor. Fui ao médico e soube que estava com inflamação na fáscia plantar. Fiquei 20 dias sem correr. Foi horrível.

Claro que meu corpo não estava preparado para um tênis minimalista, e eu sofri as consequências. Mas eu não sabia que ele tinha que ser preparado…

A partir desse dia comecei a estudar e buscar entender algumas coisas. Estava cada dia mais apaixonada pela corrida e comecei a faculdade de Educação Física e em pouco tempo até meus professores já sabiam das minhas duas paixões: corrida e tênis.

O ano é 2020, e meu amor pelos tênis só aumentou (e a coleção também, claro).

E ao longo desses 7 anos, como corredora e agora, professora de corrida, errei e aprendi muito. Tive também muitas dúvidas e busquei respostas nos meus constantes estudos.

Através dessas respostas, da minha experiência como consumidora, somada a dúvidas e relatos que ouço diariamente dos meus alunos, preparei esse artigo para você e desejo que ele seja seu guia e te direcione a experiências incríveis, com seu tênis novo.

Enfim, desejo te ajudar com todas as suas maiores dúvidas e te preparar para um grande encontro entre você e seu tênis perfeito.

E que ótimo se eu conseguir ajudar o seu bolso também.

Tenha uma excelente leitura!



O TÊNIS E SUA VERDADEIRA FUNÇÃO


A principal função do tênis de corrida é proteger seus pés de ferimentos, independentemente do local que você irá correr.

Sendo assim, NÃO é função do tênis: proteger o corredor de lesões ou absorver sozinho todo o impacto da corrida.

Sim, a corrida é um esporte de alto impacto. E quem irá te ajudar a amenizar esse impacto é o seu próprio corpo, mais precisamente, seus músculos. Eles são seu verdadeiro sistema de amortecimento e absorção de impacto. Se você compreender isso, poderá se libertar de crenças e seu bolso vai agradecer!

De acordo com isso, reforço a importância de fortalecer todo o seu corpo. Panturrilhas fortes, pernas fortes, boa estabilidade de tronco, boa coordenação de movimentos: isso sim irá amortecer melhor o impacto da corrida, e não só seu tênis, ok?

Bom, antes de falar sobre como você vai escolher seu tênis ideal, deixa eu fazer uma breve ilustração para melhor entendimento desse item que tanto gostamos de usar em nossos treinos de corrida:





DICIONÁRIO DO TÊNIS








  1. Cabedal: é a parte de cima do tênis, é o tecido do tênis. É o material que envolve o tênis.

  2. Entressola: material de espuma, responsável pelo conforto do contato do pé com o solo, também conhecido como “amortecimento”. Está entre a sola e a palmilha.

  3. Sola: parte de borracha que fica embaixo do tênis (é a parte que toca o solo).

  4. Biqueira: proteção interna ou externa (ponta do tênis) que fica próxima aos dedos.

  5. Língua do tênis: seu formato é bem semelhante a uma língua. É uma camada do cabedal que fica um pouco mais externa. Auxilia no conforto e na flexibilidade do tênis.

  6. Contraforte: contorna o calcanhar e ajuda a manter o pé centrado e estável.

  7. Drop: diferença em milímetros entre a base do calcanhar e a parte de frente do pé (próximo aos dedos). É também chamado de salto do tênis.





CATEGORIAS DE TÊNIS



Entrada

Categoria composta por tênis com menos tecnologia e baixo custo. Porém, muitas vezes apresentam ótimo custo benefício, principalmente para os iniciantes na corrida. Ex: Nike Flex Experience









Amortecimento

A principal característica desse tipo de tênis é o conforto e maciez. São tênis mais pesados pois possuem mais materiais em sua estrutura, o que além de sensação de conforto gera mais estabilidade. Tenha sempre cuidado com tênis que entreguem muito amortecimento. Pois quanto mais amortecimento o tênis possui, menor a necessidade que temos de usar nossos próprios amortecedores (nossos músculos, articulações). Ex: Asics Nimbus 22









Performance

São tênis mais leves, estreitos e responsivos. Ou seja, um tênis mais rápido e que permanece menos tempo no chão. Esse tênis apresenta a famosa “batida seca” pois ele bate no chão e imediatamente terá uma resposta extremamente rápida para o corredor. Ideal para corredores avançados e rápidos ou que buscam velocidade. Ex: Nike Pegasus turbo 2










O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE IR A UMA LOJA DE TÊNIS



  • Quando for comprar seu tênis escolha um horário no final da tarde ou a noite. Com o passar do dia nossos pés mudam um pouco de tamanho, ficando mais inchados no final do dia. Para não correr o risco de comprar um tênis pela manhã e quando você sair para correr a noite ter a sensação de que ele está mais justo é bom se atentar ao horário de compra.



  • ATENÇÃO: O melhor tênis não é o mais caro. Principalmente para você que está começando a correr… posso te garantir que você não precisa de um tênis super caro. O preço do tênis diz muito sobre a tecnologia usada nele e tipos de materiais utilizados. Porém, muitas pessoas têm a ideia de que quanto mais caro o tênis maior é sua qualidade e mais ele irá te “proteger” de lesões, o que não é verdade. Pagar a mais não irá te proteger mais, quando o assunto é tênis de corrida. Fique atento, pois o vendedor da loja vai te falar o contrário disso!



  • Já ouviu falar que você precisa saber qual o tipo da sua pisada (pronada, supinada ou neutra) para escolher seu novo tênis? Pois bem, não se preocupe com isso agora. A supinação e a pronação são movimentos naturais do nosso corpo e durante o nosso dia a dia e na corrida faremos esses movimentos durante todo o tempo. Além de tudo, a literatura cientifica indica e comprova que o melhor tênis sempre será o tênis para pisada NEUTRA. Pois, o tênis não irá conseguir sozinho “corrigir sua pisada”, ok?




  • IMPORTANTE: Você não precisa ter um tênis com super amortecimento para se proteger de lesões. Segundo estudos recentes, quanto maior o amortecimento do seu tênis, mais você poderá adotar uma biomecânica ruim e aterrissar com maior impacto no solo.



E como dito anteriormente, são os seus músculos os responsáveis por absorver o impacto da corrida. Essa é mais uma informação que o vendedor da loja vai te dizer o contrário, sabe por quê? Porque o tênis de maior amortecimento, geralmente, são os mais caros… e muito disso se deve porque eles têm alta tecnologia. Mas nem sempre você precisará de muita tecnologia, na maior parte não precisará.





CHEGUEI NA LOJA DE TÊNIS, E AGORA?







  1. Recomendo que você compre seu tênis de corrida um número maior que seu sapato ou tênis casual. É interessante que seu novo tênis não seja muito apertado, principalmente na parte da frente.



Quando corremos nossos pés tendem a expandirem um pouco e ficarem um pouco maiores que o normal e se eles não tiverem espaço, você poderá sentir incomodo e dor e até perder alguma unha. E por que isso acontece?


Uma das razões para que isso aconteça é o desequilíbrio eletrolítico. A perda exagerada de sódio, através do suor, ou uma dieta com muito sódio pode favorecer esse desequilíbrio, o que pode deixar as extremidades do seu corpo mais edemaciadas. O inchaço também pode ser sinal do aumento da demanda cardiorrespiratória e, consequentemente, da frequência cardíaca.


Para saber o tamanho certo, teste se você consegue mexer os dedos dos pés com facilidade dentro do tênis.



  1. Opte sempre por um tênis CONFORTÁVEL. É tudo que você precisa para começar, conforto para seus pés. Sabe aquela sensação de calçar um tênis e nem sentir ele no pé? “É tão confortável, que pareço que estou descalço.” É exatamente isso que você precisa sentir ao calçar seu tênis novo.



  1. Prove! Teste vários modelos e marcas. Ande na loja com eles e se possível até dê um trote (sabe aquela loja com uma enorme pista de corrida dentro? De fato, ela existe para você correr e testar seu tênis nela). Veja se ajusta bem ao seu pé, veja se ele escorrega do seu pé enquanto você anda.



  1. Cuidado ao comprar tênis pela internet. O ideal é sempre provar antes na loja física. Cada marca tem um ajuste diferente em relação ao tamanho por exemplo, então para não correr riscos ou errar na compra, prove sempre antes.



  1. Lembre-se, o melhor tênis para seu amigo muitas vezes não é o melhor para você. Sensação de conforto, ajuste do tênis, tudo isso é muito individual.



FIQUE ATENTO!



  • Evite o amortecimento alto e espesso: o amortecimento exagerado pode realmente incentivar os corredores a adotar uma pior biomecânica e correr com mais impacto do que tênis com menos amortecimento.



  • Se você é acostumado com um tipo de tênis com mais amortecimento e deseja comprar um tênis mais leve e com menos estrutura, esteja ciente de que para fazer essa mudança é necessário um período transição.



O ideal é começar usando o tênis novo para caminhadas, viagens e trabalho. E só após algumas semanas começar a utilizá-lo nos treinos. Comece usando nos treinos menores e depois de adaptado passe a usar nos demais treinos. Essa transição é muito importante, pois a mudança brusca de tênis muito distintos poderá te causar incômodos ou até lesões.



  • Dê preferência aos tênis mais leves e flexíveis. Pois eles te darão melhor ajuste e uma sensação de corrida mais natural.




PRECISO TER MAIS DE UM TÊNIS?







Se você está iniciando na corrida a sua resposta para essa pergunta é: NÃO, você não precisa de dois pares de tênis. Você ainda está correndo curtas distancias e ainda tem um baixo volume semanal.


Mas se você já é um corredor intermediário ou avançado: SIM eu te indicaria ter mais de um tênis, e vou te explicar por quê.


Um estudo de Malisoux et al. (2015), publicado na revista: Scandinavian J Med Sci Sports correlacionou a alternância dos tipos de tênis e lesões. Este estudo avaliou 264 corredores, por 22 semanas, este estudo concluiu que quem tem 2 pares de tênis e alterna-os durante os treinos corre menos risco de se lesionar.


Uma possível explicação seria que a alternância de tênis de corrida induz uma variação no tipo de carga física aplicada ao o sistema músculo-esquelético.

Outro ponto positivo de se ter 2 tênis e alterná-los durante os treinos é que seus tênis irão ter maior durabilidade, já que o volume de treinos será dividido entre dois pares e o desgaste será reduzido em ambos. Existirá desgaste, mas eles vão durar bem mais.





TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE: TÊNIS MINIMALISTA


Você os conhece?


Os tênis minimalistas são projetados para interferir o mínimo possível na pisada do corredor e simular uma corrida “descalça”, mas com alguma proteção para seu pé.

Quando corremos descalços ou com tênis minimalista nossa pisada tente a ficar mais natural, ou seja, tendemos a aterrissar primeiro com a parte anterior do pé, o que diminui o impacto, pois o amortecimento ocorre no joelho e na articulação do tornozelo e a impulsão é feita com menos esforço.

Além disso, correndo descalço ou com tênis minimalistas ativamos melhor os mecanorreceptores plantares (receptores sensoriais que temos em nossos pés) que informam ao sistema nervoso central sobre a interação entre a região plantar e a superfície de contato (o solo que pisamos), essa sensibilidade também atua no controle postural, como um todo.

O tênis é considerado minimalista quando ele apresenta essas características:


– Drop zero – Para você se basear, a maioria dos tênis apresentam Drop de 12 e 10cm. Já o tênis minimalista ele precisa ter Drop zero, ou seja, ser bem reto na parte da sola, ou ter Drop bem pequeno.



– Ser muito flexível. O tênis minimalista você consegue dobrar ele todo, pois ele não tem nenhum suporte mais rígido ( o que deixa seu pé bem livre durante a corrida).



– Ele geralmente tem pouco ou nenhum amortecimento. Já que com ele a tendência é que você aterrisse no solo com ante pé, você não precisará de suporte no calcanhar, por exemplo. Ou seja, é um tênis super leve também.



– São tênis extremamente leves.











QUAL A HORA CERTA PARA TROCAR SEU TÊNIS DE CORRIDA?



O desgaste do tênis de corrida está relacionado com várias fatores, como: o peso do corredor, seu tipo de pisada e o tipo de superfície onde acontecem os treinos.

Muito se fala sobre o tênis de corrida ter vida útil de 500 a 600km. Porém isso não é exato, e depende muito dos fatores acima. E devemos levar em consideração também, que existe vários tipos de tênis com diversos materiais, então é muito difícil estipular um número exato que englobe todos os tênis.


O que os estudos dizem é que com o desgaste do tênis, o corredor sente menos a maciez do amortecedor e podemos ter a sensação de que ele está mais “duro” ou firme, por exemplo.


Um desgaste extremo no solado e que ocorra de maneira extremamente desigual, pode interferir também na forma como você pisa no solo e resultar em alguns desconfortos ou dores.


Minha sugestão: Você deve observar esses pontos na hora de aposentar nossos companheiros de pista:


- Um solado muito gasto

- Um furo no cabedal (tecido da parte de cima) do tênis.(depende do furo, ok? Se for muito pequeno e não atrapalhe seu desempenho, eu nem trocaria agora).

- Perda do conforto e maciez




RESUMÃO

Na hora de comprar o tênis peça ao vendedor:

“Eu preciso de um tênis para correr que seja:”

Leve;

Flexível;

SEM amortecimento exagerado

Pisada Neutra.




COMO ESCOLHER A MEIA CERTA?



A escolha da meia também é algo super importante para o corredor. Tão importante quanto nosso querido tênis.

As tradicionais meias de algodão podem ser grandes vilãs na hora do treino, principalmente os mais longos. O algodão não permite uma boa refrigeração para os pés e o acúmulo de suor ou umidade juntamente com o atrito dos pés no tecido molhado pode contribuir para o surgimento de bolhas.

Na hora de escolher sua meia, esqueça as meias de algodão e opte sempre por meias feitas em sua maior parte de poliamida. Na hora de comprar, observe essa informação na embalagem da meia:














“Basta colocar um tênis e sair por aí”

Agora você tem em mãos tudo que precisa para a escolha do seu tênis ideal. Então CORRE para a loja! E lembra: Não é só um tênis de corrida, mas quem você se transforma quando calça um. Caso ainda precise de alguma ajuda, pode contar comigo!

Onde me achar?

E-mail – mari@gorunners.com.br

Instagram: @mariferrnandes





“Eu acreditava na corrida. Acreditava que se as pessoas saíssem e corressem alguns quilômetros por dia, o mundo seria um lugar melhor, e acreditava que aqueles tênis eram os melhores para se fazer isso.”

Phil Knight (criador da Nike)



Agora, coloque seu tênis, corra e CONQUISTE-SE!

Abraços da corredora e Professora,

Mari Fernandes.